Setembro Amarelo e a prevenção ao suicídio

Desde 2003, 10 de setembro é considerado o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio. Nessa data, várias partes do mundo realizam atividades e ações com o objetivo de divulgar a prevenção ao suicídio. No Brasil, tem-se a campanha Setembro Amarelo, organizada pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) em parceria com o Conselho Federal de Medicina (CFM), que possui o mesmo objetivo: debater sobre o assunto, prevenir o suicídio e compartilhar a ideia de valorização da vida.

Segundo o portal oficial da campanha Setembro Amarelo, no Brasil, todos os anos são registrados aproximadamente 12 mil casos de suicídio. Mundialmente, esse número se eleva para cerca de um milhão. A Organização Pan Americana da Saúde (OPAS), afirma que 79% dos suicídios no mundo acontecem em países de renda baixa/média, e que os métodos mais comuns, a nível global, são a ingestão de veneno (pesticida), enforcamento e uso de armas de fogo.

Falar sobre o suicídio não é fácil. Explicar os motivos dele, também não. O que leva uma pessoa a tirar a própria vida deve ser perturbador demais, doloroso demais. O lado terrível, é que o tabu sobre o assunto existe, e muita gente não acredita naqueles que dizem estar infelizes demais a ponto de se matar. Lamentavelmente, esse é um pedido de socorro que acaba sendo banalizado e tratado como exagero/drama.

Uma ONG que trabalha a fim de oferecer apoio emocional a pessoas que passam por problemas e têm pensamentos negativos, suicidas, é o CVV (Centro de Valorização da Vida). Ela, que foi inaugurada em 1962, possui atualmente cerca de 4 mil voluntários e mais de 120 postos espalhados pelo país. As pessoas que precisam desabafar e conversar, podem entrar em contato com o CVV pelo número 188 (ligação gratuita), chat e nos postos de atendimento. De acordo com o portal da CVV, a conversa é fundamental e de ajuda extrema:

“Trata-se de um problema que se pode prevenir na grande maioria das vezes e esse é um dos maiores esforços do CVV. O estudo e a discussão do tema suicídio é uma das formas mais eficientes de se promover a prevenção, pois esta só é possível quando a população, os profissionais da saúde, os jornalistas e governantes têm informações suficientes para conduzir as medidas adequadas e ao seu alcance nessa frente”

cvv

O portal da campanha Setembro Amarelo possui várias informações sobre a prevenção ao suicídio, como por exemplo, a disponibilização de uma cartilha que trata desse assunto. O portal do Ministério da Saúde também tem muitos conteúdos importantes.

Temos que lutar pela saúde mental e valorização da vida, e nos lembrar que não é apenas em setembro que devemos debater sobre o suicídio. Ele é um problema presente em todos os dias do ano. Precisa ser combatido o tempo todo.

Ceda seu ombro e ouvidos para aqueles que precisam, converse, ouça. Dê espaço para a sua empatia, isso pode salvar vidas.

Escrito por

Sou Daniela Esperandio Dias, uma capixaba de 21 anos que tem coluna de uma senhora de 70. Curso jornalismo e estou na luta para aprender francês. Amo ler e escrever, e tenho um caso sério com o chocolate.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s