Resenha: Six Of Crows – Leigh Bardugo

”Sem luto, sem funerais”

NOTA : 🍭🍭🍭🍭🍭

Leigh Bardugo, escritora da triologia Grisha, conquista novamente com seus personagens maravilhosos e carismáticos. A construção de cada um é bastante interessante, e um dos pontos altos é a diferença na personalidade dos protagonistas.

História

O livro conta a história de um grupo de jovens que tem a missão de resgatar um homem. Tal homem é um cientista que criou uma droga, a jurda parem, a qual deixava os grishas (pessoas com poderes) com dons cada vez mais fortes, além de ser bem nociva. Eles encontrariam tal homem e o trariam salvo até os pagantes. O problema é chegar até o cientista. Ele estava preso em um lugar com um acesso muito complicado, cheio de guardas, e a partir desse ponto a história se desenvolve.

É importante comentar que ao longo do livro tem certos tipos de ‘’flashbacks’’ para explicar melhor a trama e os personagens.

Personagens

O grupo de jovens é bastante diversificado, porém, eles têm algo em comum: histórias tristes.

“Você é um chantagista…”

“Eu negocio informações.”

”Um vigarista…”

”Eu crio oportunidade.”

”Um cafetão e um assassino…”

”Eu não lido com prostitutas, e só mato quando há motivo.”

”E que motivo é esse?”

”O mesmo que o seu, mercador. Lucro.”


”Eu gosto de bolos.”


”Ninguém mais se movia daquele jeito, como se o mundo fosse feito de fumaça e ela só estivesse passando por ele.”


”Matthias Helvar era um drüskelle, um dos caçadores de bruxas fjerdanos encarregados de perseguir Grishas para levá-los a julgamento e executá-los, embora, para ela, ele sempre tivesse lembrado um guerreiro Santo, iluminado em ouro.”


”Jesper sempre se sentia melhor quando as pessoas estavam atirando nele. Não que ele gostasse da ideia de morrer, mas é que, ao preocupar-se em manter-se vivo, não pensava em mais nada.”


”Ele não era muito mais novo do que Kaz, mas de alguma forma parecia uma criança — pele macia, olhos arregalados, como um filhote de orelhas felpudas em uma sala cheia de cães de rinha.”

Pontos positivos 

  • O romance é muito bem construído. Tem-se três casais trabalhados de forma diferente (entre eles).
  • Os personagens têm personalidades diferentes, com histórias diferentes.
  • As metáforas. Leigh Bardugo, que metáforas!

Pontos negativos 

  • Em algumas cenas de ação tem informação em excesso, o que pode ser difícil para alguns leitores.

Six Of Crows é um livro para quem gosta de fantasia, romance e aventura. Você não se arrependerá.

Escrito por

Sou Daniela Esperandio Dias, uma capixaba de 19 anos que tem coluna de uma senhora de 70. Curso jornalismo e estou na luta para aprender francês. Amo ler e escrever, e tenho um caso sério com o chocolate.

Um comentário em “Resenha: Six Of Crows – Leigh Bardugo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s