Prefeito do RJ censura livros com temática LGBT e gera revolta. Entenda.

Ontem (06/09), um acato do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, deixou muitos passantes, leitores e acompanhantes da Bienal do Livro um tanto confusos – e perplexos. O pedido foi a retirada das estantes de vendas da HQ “Vingadores – A cruzada das crianças” em que um dos desenhos possuía um casal gay se beijando. O prefeito afirmou em um vídeo publicado no Twitter, que desejava defender a família:

A repercussão dessa decisão logo se tornou gigantesca nas redes sociais, com vários internautas revoltados diante da situação. Para Crivella, o conteúdo homossexual não deveria ser exposto assim, tendo que ser lacrado. Porém, para o Estatuto da Criança e do Adolescente, a necessidade de lacrar livros só deve acontecer caso o conteúdo seja obsceno ou pornográfico, de acordo com o artigo 78 do estatuto:

Fonte: Portal Jusbrasil

Na HQ, contudo, não havia nenhuma obscenidade, apenas um beijo entre dois garotos.

Revolta

O resultado dessa demanda de Crivella foi a visita de uma equipe da prefeitura que fez uma vistoria na Bienal. Os profissionais, no entanto, não encontraram material impróprio algum e nem a edição problematizada pelo prefeito. Segundo a Folha de São Paulo, a Bienal pediu um mandato de segurança pela Justiça devido ao ocorrido, e a Justiça, em decorrência a isso, fez um publicação liminar que proibia qualquer tipo de apreensão de livros da feira, afirmando que “tal postura ofende à liberdade de expressão constitucionalmente assegurada”.

Fonte: Twitter @bienaldolivro

As editoras presentes na feira repudiaram toda a ação e expressaram suas opiniões nas redes sociais, dando apoio à comunidade leitora, à causa LGBT e incentivando ainda mais a leitura de livros com ênfase nessa temática. O youtuber Felipe Neto, que é um digital influencer famoso, também entrou na onda do protesto e vai doar mais de 10 mil livros com temas LGBT para o público da Bienal. Ele informou toda a ação no vídeo publicado no canal, explicando que as obras estarão lacradas e adesivadas com uma mensagem contra a censura.

Foi censura?

Esses parágrafos finais são opinativos, relacionados ao que eu, autora do blog, penso sobre o ocorrido. Tudo o que pode ser visto nessa ação de repreensão dos livros é uma falta de respeito gigantesca com a organização do evento, autores, artistas e público. É uma desinformação horrorosa e que me entristece imensamente. O preconceito e a homofobia infelizmente são realidades no Brasil, e que se mostram ainda fortes, nem um pouco maquiadas. É triste estar no século XXI e conviver com pessoas tão retrógradas, ignorantes e intolerantes, que pensam em seus próprios ideais conservadores e ignoram tudo ao redor, não dando espaço para nada.

Quando li as notícias sobre o acontecimento, pensei estar em um livro de História, lá na década de 30 e 40 em que os fascistas queimavam livros e levavam os homossexuais que eram bem longe o padrão da raça ariana para os campos de concentração. Que infelicidade! Que lamento.

Proteger a família de um beijo entre dois homens?! É isso o que eles querem?! Tem tanto perigo nas ruas e eles se preocupam em aporrear as formas de amor? Sinceramente, não entendo a mente das pessoas. Às vezes só acho que o egoísmo e ignorância delas ganharam o corpo todo, jogando tudo o que havia de bom nelas para longe.

E sim. Foi censura.

Anúncios

Escrito por

Sou Daniela Esperandio Dias, uma capixaba de 19 anos que tem coluna de uma senhora de 70. Curso jornalismo e estou na luta para aprender francês. Amo ler e escrever, e tenho um caso sério com o chocolate.

Um comentário em “Prefeito do RJ censura livros com temática LGBT e gera revolta. Entenda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s