Girl Power: personagens femininas que arrasam nos livros

Um assunto muito interessante de ser comentado é o do feminismo. Muitos indivíduos confundem essa palavra e acabam distorcendo o movimento com opiniões de outras pessoas que também não entenderam a ideia do que é ser feminista. Para não deixar o assunto geral focado simplesmente na palavra – que parece assustar vários indivíduos -, será abordada nesse post a linda utilização da construção de personagens valorizando a característica do Girl Power, uma ideia valorizada pelo feminismo.

O Girl Power – que é Poder Feminino em português – representa a força de uma mulher; a força que ela tem para enfrentar as batalhas do dia-a-dia e lutar por uma posição de independência e autossuficiência. O legal dessa ideia é que ela vem sendo abordada em várias obras, não só de autoras como também de autores.

O sucesso de muitas autoras é lindo e concretiza o Girl Power, mostrando que mulheres também conseguem conquistar o mercado, além do coração dos leitores. As obras literárias escritas por mulheres vêm ganhando cada vez mais espaço, e isso é fantástico porque antigamente quando o sexo feminino escrevia e lia histórias ele era mal visto. Grande mudança, não é?

Além das próprias autoras serem exemplo do Girl Power, muitas personagens literárias possuem tal característica no desenvolvimento ao longo da própria história. Para dar um exemplo disso, listei algumas de minhas favoritas:

Helene Aquilla de Uma Chama Entre As Cinzas, da Sabaa Tahir

Helene é a única mulher a participar da Academia de Blackcliff, um local voltado para formar os melhores soldados do Império. Ela não deixa ninguém a diminuir e consegue ser melhor do que a maioria dos homens que lutam lá. Além de não desistir do que acredita, Helene se mostra inatingível quando é diminuída. A jovem infelizmente sofre muito com o assédio, mas mantém a cabeça firme e se mostra inabalável, ficando cada vez mais forte.

June Iparis da triologia Legend, de Marie Lu

Se tem uma criatura inteligente e cheia de habilidades voltadas para a luta, ela se chama June Iparis. Tendo tirado a nota máxima no teste obrigatório da República em que vive, a garota que ainda é uma adolescente tem bastante autonomia e é incrivelmente esperta. Ela, que no universo de Legend pende para o lado dos soldados e guardas, se mostra várias vezes uma moça determinada e forte.

Nomi e Serina de Graça e Fúria, da escritora Tracy Banghart

As irmãs Nomi e Serina são o Girl Power concretizado. O livro Graça e Fúria, na verdade, é muito focado nesse assunto. Em um mundo que trata as mulheres como simples paredeiras, Nomi e Serina evoluem e se mostram totalmente opostas ao machismo daquela sociedade que proíbe a mulher de fazer tudo, como por exemplo, ler e estudar. O legal é o desenvolvimento das jovens e o crescimento do Poder Feminino em cada uma delas. Ele aterrorizará muito aquele mundo horrível na continuação da obra.

America Singer da série A Seleção, de Kiera Cass

Vocês podem até não achar muito, mas a simples frase “Eu não sou sua querida” de America Singer para Maxon Schreve foi bem Girl Power. Antigamente as mulheres não tinham o direito de escolher com quem se casariam. Elas simplesmente viviam em um casamento arranjado que as unia com um homem muitas das vezes desconhecido, sendo submissas e donas de casa pelo resto de suas vidas. O que America fez não foi nada bobo se o contexto for considerado. É válido lembrar que a personagem deixa claro a todos a opinião que tem: não quer participar daquela Seleção. Mesmo conseguindo passar, ela bate o pé no que acredita. É algo grande! Existiam épocas que isso jamais seria permitido.

Essas são algumas personagens que inspiram as leitoras a lutarem por seus direitos e igualdades, além de nunca deixarem de acreditar na capacidade que cada uma tem, afinal, gênero não define competência.

Anúncios

Escrito por

Sou Daniela Esperandio Dias, uma capixaba de 19 anos que tem coluna de uma senhora de 70. Curso jornalismo e estou na luta para aprender francês. Amo ler e escrever, e tenho um caso sério com o chocolate.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s