Da semana: Madeleine Wallace – Batman: Criaturas da Noite (Marie Lu)

Oi, oi!

Neste post eu venho falar sobre uma personagem que é simplesmente maravilhosa! Ela é filha da Marie Lu e faz parte do livro Batman: Criaturas da Noite. É jovem e bastante inteligente… É Madeleine Wallace! – nem sei o motivo de eu ter feito suspense se o título da postagem já revela tudo – Enfim.

Madeleine fez o livro ficar muito interessante e a junção dela ao personagem principal, Bruce Wayne, transformou a história em um entretenimento empolgante e cheio de diálogos legais. Só para lembrar, como afirmei na resenha da obra, eu não levarei em conta nada do universo Batman das histórias em quadrinhos, filmes e eteceteras; aqui, só dou foco no mundo que Marie Lu criou para ele. O que quero dizer, é: não sei/ não faço ideia se Madeleine já existia ou é uma criação da escritora, o que vou analisar é a personagem no livro.

‘’Só viam o que importava nela quando era tarde demais. Até suas unhas ficarem manchadas de sangue.’’

Eu a escolhi como personagem da semana porque ela é muito distinta das outras figuras literárias femininas que eu já li. Tem um desenvolvimento muito bacana com o decorrer da história — e é isso o que posso afirmar sem dar spoilers.

Certo, mas o que é tão intrigante sobre Madeleine Wallace?

No início, a achei uma completa psicopata maluca, mas tudo vai se encaixando e mudando em relação a ela. Possui camadas que deixam Bruce Wayne intrigado — e é aí que a questão romântica começa a surgir, bem devagar.

‘’—Não tenho medo de você.

—Talvez tenha medo de gostar de mim. — rebateu ela, com um sorriso doce.’’

Outra observação que faço, é: Madeleine e June (da triologia Legend) são muito parecidas, mas cada uma têm trejeitos e características diferentes – o que as difere um tanto. Só para deixar registrado, gosto muito de June também.

Pontos positivos de Madie (este é meu apelido para ela):

  • É inteligentíssima
  • É irônica
  • Possui quotes legais
  • Anda na corda-bamba
  • Já falei que ela é maravilhosa?

Enfim, palmas a Marie Lu, que escreveu uma história muito gostosa de ler e com personagens bacanas.

Anúncios

Escrito por

Sou Daniela Esperandio Dias, uma capixaba de 19 anos que tem coluna de uma senhora de 70. Curso jornalismo e estou na luta para aprender francês. Amo ler e escrever, e tenho um caso sério com o chocolate.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s